• GDA NEGÓCIOS

Estudo mostra que PIX deve tirar até 8% da receita dos bancos com tarifas

O PIX, novo sistema de pagamentos e transferências, será gratuito e um concorrente direto da TED e do cartão de débito, o que vai tirar receita de bancos com tarifas.


A agência de classificação de risco Moody’s fez um estudo que prevê que, com a entrada em funcionamento do PIX, o novo sistema de pagamentos e transferências, os bancos deverão perder até 8% da receita atual com tarifas.

“O PIX será um concorrente direto dos sistemas de pagamento existentes, incluindo TED e pagamentos com cartão de débito por causa de seu sistema digital mais barato e rápido”, destacou a Moody’s, em relatório divulgado nesta terça-feira (6).

O levantamento foi feita com base nos dados acumulados de 12 meses até junho. De acordo com a agência, desde 2017, as transferências via TED cresceram 31% em média.

A empresa destacou que os bancos cobram atualmente uma taxa fixa de transferências de dinheiro entre contas individuais e que o PIX, por determinação do Banco Central, não cobrará taxas de pessoas físicas, incluindo empresários individuais.



A expectativa é que o sistema seja o grande substituto de DOCs e TEDs, por ser gratuito, instantâneo e estar disponível a qualquer hora, sete dias por semana. A previsão é que a maioria das transações seja aprovada e finalizada em até 10 segundos.

Na última sexta-feira (2), o diretor executivo de Inovação, Produtos e Serviços Bancários da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Leandro Vilain, minimizou os efeitos na receita dos bancos com a entrada em vigor do PIX.

“Dados do sistema financeiro mostram que, em 2018, 62% das contas transacionais já são isentas de tarifa por regulação própria. Os 38% que sobram é pacote de serviços, o cliente paga para ter maiores opções por transações ou serviços. Portanto, o efeito do PIX de serviços avulsos é limitado”, disse Vilain, citando também a perspectiva de redução do custo de logística de distribuição de dinheiro.

A Moody’s destaca que o PIX chega no momento em que as margens de lucro dos bancos estão sendo pressionadas por taxas de juros básicos em mínimas históricas e por um aumento das despesas com provisionamento para devedores duvidosos.

Chaves PIX

Para utilização do PIX, disponível a partir do dia 16 de novembro em todo o país, o usuário precisará de fazer o cadastro da chave PIX. Mais de 600 instituições financeiras já começara o processo de registro.

De acordo com dados do Banco Central divulgados nesta terça-feira (6), que já foram recebidos 10.148.629 de cadastros de "chaves" de identificação para uso do PIX, o que o BC considera um sucesso para nova tecnologia.

Para cadastrar a "chave PIX", que vai identificar um cliente e a conta bancária dele no sistema, basta acessar o app do seu banco e selecionar a opção PIX.

essa chave poderá ser um número de celular, um e-mail, o CPF ou o CNPJ. O cadastramento é necessário para aqueles que pretendem utilizar o PIX em transações financeiras, mas não é obrigatório.


Fonte: Contabeis

Temos as soluções que sua empresa precisa e oferecemos profissionalismo e eficiência. Faça contato, será um prazer atendê-lo!

GDA Negócios

Assessoria contábil, fiscal, jurídica e administrativa.Transparência e ética para atender de forma eficiente cada cliente. ☎(31)3771-0367(31)3176-0072

#contabilidade#responsabilidade#família#desenvolvimento#empreendedorismo#inteligencia#setelagoas

0 visualização
CONTATO

Rua Pedra Grande 1655, B. Sto. Antônio

Sete Lagoas / MG - 35701-236

​​

Telefones:  (31) 3775 2616

                   (31) 3176 0072

Whatsapp: (31) 9 8835-7942

 

contato@gdanegocios.com.br

Tags: contabilidade, escritório contabilidade sete lagoas, escritório de contabilidade em sete lagoas, contabilidade sete lagoas, escritório sete lagoas, registrar empresa sete lagoas, abrir empresa sete lagoas, fazer declaração ir sete lagoas, regularizar empresa sete lagoas, contador sete lagoas, contrato sete lagoas, itr sete lagoas, escrita sete lagoas.